350 mil famílias recebem kits agrícolas em Cabo Delgado

Naquilo que é descrito como uma das primeiras acções da Agência do Desenvolvimento Integrado do Norte (ADIN), 350 mil famílias afectadas pelo terrorismo vão receber insumos agrícolas em Cabo Delgado, estimando-se que, num espaço de seis meses, deixem de depender da ajuda humanitária de que sobrevivem há sensivelmente dois anos.

950 das 350 mil famílias receberam os seus kits esta quinta-feira, 28 de Outubro, das mãos do Ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Celso Correia. Trata-se de deslocados internos residentes em Marrocane, distrito de Ancuabe.

No total, serão entregues às famílias afectadas cerca de 12 mil toneladas de insumos, compostos por sementes de amendoim, milho, feijões, gergelim, bem como fertilizantes. No distrito de Mueda, deverão ser atingidas 37 mil famílias. Em Chiúre, serão distribuídos 6000 kits, em Ancuabe 5000, em Metuge 4.500 e em Montepuez 4 000. Namuno, com apenas um centro de reassentamento, terá 500 kits.

Uma nota de imprensa recebida na nossa redacção indica que, nos próximos dias, deverão ser contemplados os distritos de Muidumbe, Nangade e Quissanga.

A iniciativa enquadra-se na assistência multiforme no norte do país, na sequência da restauração da tranquilidade pelas Forças de Defesa e Segurança de Moçambique, coadjuvadas pelas congéneres do Ruanda e da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral. D&F

Mais  Destaques

error: Conteudo protegido!!
Scroll to top
Skip to content