Armando Ndambi Guebuza ataca PGR

A audição de Armando Ndambi Guebuza está a ser muito diferente das anteriores duas. À partida, pelo facto do réu alegar, de forma recorrente, “esquecimento” para não responder a muitas das perguntas que lhe são colocadas. Mas, para além disso, “Cinderella” decidiu disferir golpes contra a Procuradoria Geral da República, acusando-a de ter divulgado o conteúdo encontrado em seus computadores e celulares.

Segundo o arguido, a PGR publicou tais informações como forma de justificar sua prisão. “Até o [Jornal] Notícias publicou”, disse o filho do ex-chefe de Estado, Armando Guebuza, acrescentando que foi tratado como “criminoso”.

Mais  Destaques

error: Conteudo protegido!!
Scroll to top
Skip to content