Ataques Cabo Delgado: OAM exige informação suficiente ao Governo

 

A informação dos ataques perpetrados pelos insurgentes em Cabo Delgado é insuficiente e não é cabal, diz a Ordem dos Advogados de Moçambique (OAM), que exige ao Governo moçambicano dados adequados para evitar a vulnerabilidade dos cidadãos.

O posicionamento foi defendido, recentemente, pelo bastonário da OAM, Duarte Casemiro, durante uma conferência de imprensa, concedida pelo órgão, com o intuito de fazer o balanço dos 60 dias do estado de emergência devido a pandemia da Covid-19.

Duarte afirmou que durante este tempo verificaram-se empresas que se aproveitaram da situação para despedir trabalhadores sem justa causa.

A OAM condenou, igualmente, o uso excessivo da força contra o cidadão para fazer cumprir as medidas impostas pelo estado de emergência.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content