Cai um dos embondeiros de Mandlakazi: Timóteo Fuel se foi com muitos desejos

 

Morreu ao princípio da noite de ontem quinta-feira, 30 de Abril, o empresário e homem do desporto, Timóteo Valente Fuel, patrono e presidente Associação Desportiva de Macuacua.

Fontes próximas do finado disseram ao Dossiers & Factos, que Fuel teve uma crise respiratória por pouco tempo e não resistiu, tendo perdido a vida no hospital distrital de Mandlakazi.

Aliás antes da sua morte, o Dossiers & Factos, ficou a saber que há sensivelmente semana e meia, o ora falecido teve complicações de saúde o que o levou a ficar hospitalizado por um período de três dias no Hospital Provincial de Xai-Xai, onde teve alta oito dias antes da sua morte.

Fuel morre e deixa para trás desejos imensuráveis

Em entrevista concedida ao Dossiers & Factos, há sensivelmente um ano, Timóteo Valente Fuel, não escondeu o desejo de levar a equipa de futebol da Associação Desportiva de Macuacua, onde era patrono e presidente, de regresso ao Moçambola.

Fuel disse na ocasião que seu limite era, um ano, ganhar o título de campeão nacional ou ser vencedor da Taça de Moçambique.

Para ele, Mandlakazi, merecia isso devido ao esforço que ele é seus associados davam pelo desporto e pelo desenvolvimento da economia do distrito no geral e do Posto Administrativo de Macuacua em especial.

A situação da emergência complicou a vida do Fuel

O finado padeceu durante vários anos de diabetes e na fase em que se encontrava, vinha fazendo tratamentos periódicos na vizinha África de Sul, mas, devido a pandemia do Coronavírus, falhou a uma consulta que devia ter efectuado a 30 de Março naquele país vizinho.

Desde então, a sua saúde, começou a complicar – se, com altos e baixos o que acabaria precipitando o seu desaparecimento físico.

À sua família e os demais próximos, a direcção editorial do Jornal Dossiers & Factos, apresenta as mais sentidas condolências.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content