Cancro da mama mata perto de 20 mil pessoas em Moçambique

 

O cancro da mama foi responsável pela morte de mais de 17 mil pessoas em Moçambique. Os dados são referentes ao ano de 2019, período no qual registou-se um total de 25 mil casos. A informação foi transmitida pelas autoridades de saúde na última segunda-feira.

De acordo com o Ministro da Saúde, os números continuarão a subir nos próximos anos, estimando-se que, em 2040, o país atinja cerca de 52 mil casos. Armindo Tiago defendeu, por isso, que a melhor arma é a prevenção.

 “A arma que nós temos contra o cancro é a mesma que devemos ter contra a COVID-19. O cancro atinge as mulheres em idade reprodutiva, tira do nosso convívio, tira do convívio dos maridos, dos filhos, das cunhadas as pessoas na idade mais preciosa”, disse o governante. 

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content