Caso greve dos chapeiros: Passageiros recorrem a camionetas para viajar

 

As carrinhas de caixa aberta, vulgo My Love, vêm exercendo a actividade já há muito tempo, mas desta vez ganharam espaço maior devido a paralisação das actividades por parte dos chapeiros, que exigem o aumento do número de passageiros de três para quatro em cada banco.

Nas rotas Tchumene – Baixa e Malhampsene – Baixa, entre outras que usam a estrada witbank, no fim desta tarde e início da noite, era possível ver pessoas apinhadas nas bagageiras dos My Loves na tentativa de regressarem a casa.

Outro cenário verificado pelo Dossiers & Factos é a enchente nas paragens de cidadão que procuravam transporte que nunca chegava, porque os transportadores arrumaram os carros, os que trabalham fazem-no a “meio-gás” e encurtam as rotas, seleccionado as pessoas que descem nas paragens mais próximas.



Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content