“Catch Tha Vibez” conecta fazedores de Hip-Hop a uma única agenda

A comunidade Hip-Hop nacional conta, desde Março último, com uma plataforma interactiva de promoção daquela arte, denominada Catch Tha Vibez – Viciados em “Muz!ka”, que visa massificar este género cultural, unindo amantes do estilo Hip-Hop aos seus fazedores.

Texto: Albano Uahome

Este projecto, de todo inovador na comunidade Hip to tha Hop, vai ao encontro daqueles jovens e adolescentes que pouco podem ou têm condições de expressar em público o seu talento musical, mostrando que sabem fazer Hip-Hop no estilo Rap.

Concebido por António Nhamposse, mais conhecido na arena Hip-Hop por “Epodez”, o projecto Catch Tha Vibez contempla um conjunto de concertos que serão realizados numa casa de shows chamada Ambients Bar, na cidade de Maputo.

De realçar que o projecto inclui também espectáculos, que serão feitos em edições especiais, unindo os fazedores de Hip-Hop da velha escola e os novos talentos, fazendo uma mescla de vários géneros de Rap, desde o Under Ground, Hard Core e comercial, passando pelas novas tendências como o controverso Trap.

Porque Rap é cultura e modo de estar, a organização deste evento, segundo garantiu Epodez, contempla outras actividades, como a apreciação dos trabalhos feitos ou realizados, espaço de educação cívica, busca de novos talentos, exibição de beats e screap dos dj’s.

Em entrevista ao Dossiers & Factos, Epodez afiançou que o mesmo é destinado a todos os jovens amantes do ritmo Hip-Hop, particularmente os menos favorecidos, ou mesmo aqueles que, por várias razões, nunca tiveram espaço para expor as suas potencialidades, no que a esta arte diz respeito.

Os concertos terão lugar a cada terceira semana do mês, sendo que para esta temporada está programado um total de dez concertos. Em cada concerto será destacada a vida social e artística do convidado especial, que será a figura de cartaz do evento.

O objectivo destes concertos é promover o Hip-Hop nacional, a arte de grafite, videostreamming, videoreat, albuns e artistas, como forma de alavancar a identidade cultural Rap, a nível nacional e internacional.

Para Epodez, este é um projecto que vai demonstrar a ligação entre a cultura e o turismo, provando que a cultura Hip-Hop é um veículo de desenvolvimento social, cultural e económico no nosso país.

Como componente de responsabilidade social, os organizadores do “Catch Tha Vibez – Viciados em Muz!ka” garantem que em todos os seus concertos vão tirar 20 porcento das receitas de bilheteira ou artigos de Hip-Hop para ajudar a associação Amar ao Próximo, como forma de apoiar todas as crianças necessitadas do país. 

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content