Chalane deixa Beira sem transporte

Foi assim que a cidade ficou após ser fustigada pelo ciclone IDAI em 2019

 

Nem semi-colectivos, nem públicos. Por estas alturas, não há transporte nas estradas da cidade da Beira, e as pessoas são forçadas a percorrer grandes distâncias a pé. Relatos que chegam do local dão conta de  que os transportadores não se fizeram à estrada por medo do impacto da tempestade tropical Chalane, que assola a província de Sofala desde meia noite (30 de Dezembro).

Algumas pessoas ouvidas pela Rádio Moçambique relatam estar na paragem desde as 5h, e dizem não haver “luz verde” no fundo túnel. Recorde-se que, em 2019, outro ciclone – IDAI – abateu-se sobre a segunda maior cidade de Moçambique, causando mortes e destruição de infraestruturas.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content