CICLO DE VITÓRIAS: “A palavra é trabalho, não há nenhum segredo” – Luís Gonçalves

 

É, por essas alturas, o filho mais querido da nação moçambicana. Chama-se Luís Gonçalves e em poucos meses a frente da selecção nacional de futebol os Mambas, soma quatro vitórias consecutivas, em igual número de jogos, e sem sofrer nenhum golo.

É, de longe, o melhor arranque de um seleccionador nacional na história recente dos Mambas, mas não para por aí. O modelo de jogo e a entrega dos jogadores em campo mudou consideravelmente comparativamente aos tempos da Abel Xavier, tal como se assistiu no último jogo diante do Ruanda.

Humilde e parco em palavras, conta que não trouxe nenhuma porção mágica aos Mambas senão trabalho, procurando explorar o máximo da qualidade individual dos jogadores que fazem parte das suas escolhas.

“Não há segredo, o segredo é trabalho e trabalho com competência como eu tenho dito várias vezes. Há que reconhecer em primeiro lugar a mentalidade forte dos jogadores, a sua vontade de reconciliarem-se com o povo moçambicano e profissionalismo. Portanto, a palavra é trabalho, não há segredo, claro que cada jogador e cada equipa tem sua forma de jogar e cada treinador tem suas ideias, eu tenho as minhas e os jogadores tem que corresponder e felizmente neste momento sou um treinador feliz porque os jogadores correspondem a aquilo que eu peço”, referiu.

Segundo ele, todos os jogadores até aqui chamados à selecção nacional, conseguem interpretar o seu modelo de jogo. “Obviamente há sempre aspectos que podemos melhorar, mas uma equipa sempre equilibrada é fundamental, uma equipa que toda gente corre para frente e para trás. Tem sido notório o espírito de entreajuda e quando ganhamos a bola jogamos com inteligência. É preciso ser rápido e sair rápido para o ataque, aproveitando o equilíbrio do adversário, são princípios que fazem parte do nosso jogo”, refere.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content