Cinco clubes do Moçambola ainda não confirmaram treinadores

– Faltando pouco menos de um mês do arranque da época futebolística

 

Já são conhecidos pelos menos nove dos 14 treinadores, de igual número de clubes que irão desfilar no Moçambola 2020, faltando ainda por confirmar os nomes dos treinadores da Liga Desportiva de Maputo, Grupo Desportivo de Maputo, ENH de Vilankulo, Textáfrica de Chimoio e Ferroviário de Lichinga.

Texto: Olho Clínico/ Redacção

De acordo com o portal Olho Clínico, especialista em notícias sobre o Moçambola, destes cinco clubes que faltam por confirmar os timoneiros, quatro estão temporariamente presos por detalhes menos complexos, sendo que um, no caso o Ferroviário de Lichinga, está dependente, ainda, da deliberação do Conselho Jurisdicional da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), que deverá nos próximos decidir se esta colectividade vai, ou não, competir no Mocambola 2020.

Porém, segundo escreve a publicação, já há um contrato-promessa entre aquela colectividade e o experiente treinador moçambicano, Sérgio Faife Matsolo,  que só se tornará efectivo caso este emblema seja admitido na fina flor do futebol nacional.

Recorde-se que embora tenha sido homologado vencedor do campeonato de divisão de honra da zona Norte do país, a sua participação no moçambola ainda está assombrada por um protesto submetido pelo Sporting de Nampula, devido a utilização de irregular de um jogador congolês, de nome Ngoy, que alinhou em vários jogos pelos locomotivas de Lichinga com identificação falsa.

Sobre os restantes emblemas, o Olho Clínico escreve que o Desportivo de Maputo já tem treinador, mas o anúncio está temporariamente “preso” a uma questão jurídica-laboral, visto que o referido técnico tem um vínculo contratual válido com outra entidade desportiva. Ao que tudo indica trata-se de Dário Monteiro, que orientou o clube até à manutenção a uma jornada do fim o Moçambola2019.

A Liga Desportiva de Maputo terá, por sua vez, um novo treinador para a presente temporada, depois de não ter renovado com Alcides Chambal, técnico que só conseguiu manter a equipa no Moçambola na derradeira jornada da prova.

O ENH de Vilankulo é esse que despediu Antoninho Muchanga logo no início deste ano, depois do mesmo ter formado o plantel e o Textáfrica de Chimoio é o clube que perdeu Aleixo Fumo que regressou ao Ferroviário da Beira para se sentar no escritório como Secretário-Geral.

Conheça aqui a lista de treinadores confirmados:

  • Costa do Sol: Horácio Gonçalves
  • UD de Songo: Nacir Armando
  • Ferroviário de Maputo: Daúde Razaque
  • Ferroviário da Beira: Akil Marcelino
  • Ferroviário de Nacala: Antero Cambaco
  • Incomáti de Xinavane: Artur Comboio
  • Ferroviário de Nampula: Chaquir Bemat
  • Black Bulls: Hélder Duarte
  •  Matchedje de Mocuba: Mussa Maluata

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content