Coronavírus pode matar mais de cem mil pessoas em África

A organização Mundial da Saúde (OMS) alertou, recentemente, que em África o Coronavírus pode matar 190.000 pessoas.

O alerta da OMS é de que a Covid-19 pode matar entre 83.000 e 190.000 pessoas em África no primeiro ano e infectar entre 29 milhões e 44 milhões durante esse período, caso não seja contida.

Dados avançados indicam que a terapia intensiva é cara, difícil de administrar e ao mesmo tempo distribuída de maneira desigual.

Uma pesquisa da Reuters mostra que uma média de 12 pacientes com Covid-19 na África pode estar para uma cama, quando a doença estiver no auge.

A pesquisa diz também que as três nações mais populosas do continente, neste caso, a Nigéria, Etiópia e Egito têm 1.920 camas de terapia intensiva entre elas para mais de 400 milhões de pessoas.

De acordo com Reuters, a África do Sul possui 3.300 ventiladores, mas cerca de dois terços estão em hospitais particulares, o que a maioria das pessoas não pode pagar.

A OMS estima que cerca de 14% dos pacientes com COVID-19 precisarão de internamento e suporte de oxigénio e cerca de 5% precisarão de um ventilador.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content