Coronavírus: Quatro cidadãos chineses em quarentena na cidade de Maputo

 

Quatro cidadãos de nacionalidade chinesa observam o período de quarentena, numa das unidades hoteleiras, na cidade de Maputo, no âmbito do surto do novo coronavírus. A situação deixou alarmados os funcionários do hotel, suspeitando que os cidadãos em quarentena sejam infectados pelo coronavírus, devido ao tratamento específico que recebem.      

Numa denúncia telefónica à Rádio Moçambique, um dos funcionários do hotel, de proprietários chineses, revelou a situação de medo que se vive no local de trabalho.  

A direcção da Saúde da cidade de Maputo, que também recebeu a denúncia, dirigiu-se, na tarde de ontem (quarta-feira), à unidade hoteleira em alusão para averiguar a situação. 

Em entrevista à Radio Moçambique, a directora de Saúde da cidade de Maputo, Sheila Lobo, disse que os quatro cidadãos não apresentam sintomas de coronavírus, e que observam a quarentena como medida de prevenção.

Sheila Lobo disse que a situação de medo por parte dos trabalhadores da unidade hoteleira pode estar relacionada com a falta de informação.

Os cidadãos em quarentena numa das unidades hoteleiras na cidade de Maputo chegaram em Moçambique entre os dias 28 e 30 de Janeiro.

O surto do novo coronavírus, detectado na China, já fez mais de quatrocentos e noventa mortos. RM

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content