Covid-19 amputa “corpo médico” em Inhambane

 

Sete médicos do Hospital Provincial de Inhambane estão infectados pelo coronavírus, o que compromete o funcionamento normal daquela que é a maior unidade hospitalar da província. É que, com esta baixa, são apenas 14 os médicos disponíveis para responder a uma demanda crescente.

“Esta situação de diminuição dos recursos humanos acontece numa altura em que a procura pelos serviços médicos aumenta”, disse a Rádio Moçambique o director clínico do Hospital Provincial de Inhambane, Vitorino Candene.

Mais  Destaques

error: Conteudo protegido!!
Scroll to top
Skip to content