COVID19: Estado suspende entrada de voos da Etiopian Airlines

 

Por via de uma Circular de Informação Aeronáutica Nacional (CIA), com o número 08/20 de 11 de Maio do ano em curso, o Estado, através da Autoridade de Avião Civil, acaba de suspender a entrada, no território nacional, de voos da Etiopian Airlines única companhia aérea internacional que continuava a voar para Moçambique.

A medida enquadra-se no âmbito da operacionalização dos Decretos Presidenciais 11/2020 e 12/2020 que estabelecem o estado de emergência, numa altura em que vários segmentos da sociedade já questionavam o facto de aquela companhia aérea continuar a voar para o espaço aéreo nacional trazendo passageiros, mesmo depois do anúncio da suspensão e cancelamento de vistos.

“Fica limitada a entrada e saída de pessoas no território moçambicano, através do encerramento parcial das suas fronteiras e são restringidas as autorizações de voos internacionais. Exceptuando voos do Estado, humanitários, repatriamentos, saúde e de carga enquanto perdurar o Estado Emergência decretado”, lê-se na circular.

Retirar-se que a medida enquadra-se no âmbito do estado de emergência e produz efeitos imediatamente. Sendo assim, os voos da Ethiopian que ainda se realizavam de/para Addis Abeba, estão suspensos, pelo menos até ao final do estado de emergência. RT

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content