Criada Zona Económica Especial do Agronegócio de Limpopo

Inocencio Impissa, porta-voz do Conselho de Ministros

 

O Conselho de Ministros aprovou ontem o decreto que cria a Zona Económica Especial do Agronegócio de Limpopo, Localizada no Corredor de Desenvolvimento Agrário de Limpopo, Província de Gaza.

Com uma área territorial de 7.297km2, compreende os distritos e postos administrativos sob influência dos regadios de Chókwè e do Baixo Limpopo, nomeadamente, os Distritos de Chókwè e de Xai-Xai, os Postos Administrativos de Chicumbane e de Zongoene, no Distrito de Limpopo, o Posto Administrativo de Chongoene, no Distrito de Chongoene, os Postos Administrativos de Caniçado, Chivonguene e Mabangoene, no Distrito de Guija, e os Postos Administrativos de Chaimite, Chibuto-sede e Malehice, no Distrito de Chibuto.

 A Zona Económica Especial do Agronegócio de Limpopo é uma Zona Económica Especial Temática que tem como objectivo geral disponibilizar incentivos para a transformação do potencial agro-ecológico da região e viabilização dos investimentos infra-estruturais implantados, para a maximização da eficiência económica e do bem-estar social.

 

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content