DEFENDE PARRUQUE: “Usar a máscara deve estar na moda aqui na província”

 

Júlio Parruque, governador da Província de Maputo disse que a Província de Maputo não pode falhar no combate a pandemia da Covid 19. Por isso, todos os cidadãos devem cumprir rigorosamente as medidas de prevenção anunciadas pelas autoridades da saúde.

Para fazer face à necessidade do uso da mascaras, o governador da Província de Maputo apelou a produção de máscaras em fábricas de confecção de roupas, alfaiatarias, residências, entre outros locais, obedecendo as recomendações técnicas do Ministério da Saúde (MISAU).

Júlio Parruque falava momentos depois de entregar máscaras a agentes da polícia de trânsito. O governante ofereceu 500 Mascaras aos Agentes da Policia de Transito, para protegerem-se do novo Coronavírus, na prossecução das suas actividades.

“O Estado de Emergência decretado pelo Presidente Filipe Nyusi é uma Lei que visa controlar e combater a ocorrência de uma calamidade pública nas nossas províncias, devido a pandemia mundial causada pelo novo coronavírus”, explicou.

Parruque afirmou que a Província de Maputo não pode falhar nesta luta contra a COVID-19, “somos uma população de cerca de 2 milhões de habitantes, e todos devemos participar na prevenção desta pandemia, pois, o vírus pode estar em qualquer parte, e, como dizem os mais jovens, o coronavírus pode estar *around!*, não podemos falhar”.

Acrescentando que, “o uso da máscara não pode ser um incómodo ou uma chatice. Por isso reitero que o uso da máscara deve estar na moda na nossa Província. Os jovens, as mamanas e os papás reformados, as modistas e os alfaiates devem contribuir na produção de máscaras. O uso da máscara é obrigatório. É proibido andar sem máscaras em lugares públicos”.

De referir que, na mesma ocasião, o governante distribuiu máscaras de pano de produção doméstica e local, aos transportadores dos semi-colectivos e aos seus respectivos passageiros.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content