Desconhecidos incendeiam casas de delegado e vogal do MDM em Tete e Manica

Pessoas até aqui desconhecidas, mas que o Movimento Democrático de Moçambique (MDM) acredita fazerem parte dos grupos de choque do partido FRELIMO, incendiaram, na madrugada de hoje, as casas do vogal daquele partido na Comissão Provincial de Eleições (CPE) de Tete, Anselmo Vitor e do delegado distrital do MDM em Macossa, na província de Manica, John Chico.

A informação foi avançada pelo porta-voz do MDM, Sande Carmona em declarações ao Dossiers & Factos, tendo ainda revelado que os dois perderam tudo, conseguindo somente salvar as suas vidas e dos seus familiares.

“As três horas da madrugada de hoje foi incendiada a casa e o celeiro do delegado político do distrito de Macossa, Manica, de nime John Chico, porque no dia anterior saiu a rua com uma moldura humana a colar panfletos”, relatou Carmona.

“No caso do nosso vogal na CPE, em Tete, dias antes do incidente foi ameaçado por gente ligada a Frelimo, dizendo que este devia deixar de representar o MDM, caso contrário iria morrer”, denunciou.

Nós dois casos, o MDM garante ter já submetido queixas-crime ao nível das procuradorias provincial de Tete e distrital de Macossa, aguardando por demarches subsequentes.

Entretanto, Sande Carmona diz não ter dúvidas de que os dois casos tem motivações políticas, apontando o dedo acusador a membros do partido no poder, a FRELIMO.

Para fundamentar a sua suspeição, Carmona lembra que ambos incidentes foram antecedidos de ameaças.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content