Dívidas ocultas: é normal que Filipe Nyusi seja notificado diz Ossufo Momade

O Presidente da RENAMO, Ossufo Momade, manifestou esta posição esta terça-feira, 25 de maio, falando à jornalistas, à margem de uma reunião nacional com os quadros do seu partido.
“Isto é normal em qualquer país, basta existir a separação de poderes. Isto deveria começar aqui em Moçambique, não podia começar na América ou na França”, disse o Presidente da RENAMO, para que seria mais legítimo que o interesse em ouvi-lo começasse com os órgãos nacionais de justiça, antes dos estrangeiros.
“Todo o ladrão, todo o corrupto, todo aquele que utilizou meios que não são dele, é preciso que seja ouvido. Isto é normal em qualquer país”, insistiu Momade, para depois acrescentar que o seu partido propõe uma efectiva separação de poderes, para permitir que os sistema da justiça seja actuante.
“Nós temos uma proposta concreta: a separação de poderes. Enquanto não existir separação de poderes não vamos ter justiça em pleno” em Moçambique, referiu.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content