Dossiers & Factos oferece um computador em solidariedade ao Canal de Moçambique (VIDEO)

A Direcção Editorial do Jornal Dossiers & Factos efectuou, esta tarde, uma visita às instalações do Jornal Canal de Moçambique, incendiadas, na noite passada, por desconhecidos, tendo perdido quase todos os seus equipamentos e boa parte do seu arquivo.

Depois de confortar e encorajar os colaboradores do semanário Canal de Moçambique, que encontravam-se a preparar a próxima edição no jardim defronte às suas instalações, ora incendiadas, o Director Editorial do Dossiers & Factos, Serôdio Towo fez a entrega de um computador de mesa novo, como forma de ajudar o jornal a reerguer-se.

Na ocasião, Towo reforçou que o gesto tem como objectivo reforçar a redacção do Canal de Moçambique neste momento difícil.

“Viemos nos juntar a vós neste momento difícil. Sabemos que é pouco, mas julgamos que faz alguma diferença nesta fase. Recebam este computador desktop para reforçar a redacção. Uma mão lava a outra”, vincou Serôdio Towo, encorajando os colaboradores daquele órgão de comunicação a continuarem com a verticalidade que os caracteriza.

“Não foi só um ataque ao canal, mas sim a toda imprensa”

Depois de receber o equipamento, o Editor Executivo do Canal de Moçambique, Matias Guente agradeceu o gesto de solidariedade, frisando que o ataque de ontem (domingo) não foi só contra o semanário que dirige, mas sim contra toda classe jornalística.

“Agradecemos o gesto do Dossiers & Factos, um jornal amigo e parceiro. Na verdade este ataque não é só direccionado ao Canal de Moçambique, é um ataque a imprensa, às consciências das pessoas e à liberdade de imprensa. Não é só pelo computador que estamos a agradecer, mas sim, também, pelo gesto de terem se deslocado para aqui, para verem de perto a situação”, frisou Guente.

A partir de uma tenda improvisada no jardim do prédio, onde está temporariamente instalada a redacção, Guente explicou que devido aos danos avultados o jornal está a recomeçar do zero.

“O computador vai ser muito útil para o trabalho. Estamos a lançar o apelo para todas as pessoas do bem para que possam nos apoiar no que puderem, tal como o fez a ST Projectos e Comunicação, proprietária do jornal Dossiers & Factos, porque perdemos tudo. Queremos agradecer a ST Projectos por ter sido um dos primeiros a marcar esse passo para frente e estamos profundamente agradecidos”, concluiu.

Refira-se que investigações prosseguem para apurar-se os responsáveis pelo infortúnio, apesar do abalo, os colaboradores do semanário Canal de Moçambique mostravam-se determinados a continuarem a prestar o seu contributo na construção de um Estado de direito, através de um jornalismo responsável e comprometido com a verdade.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content