Exames da segunda época do ensino secundário geral arrancam hoje

 

Cento e quarenta mil alunos da 10ª e 12ª classes são submetidos aos exames da segunda época do ensino secundário público, a partir desta segunda-feira, em todo país. O Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH) assegura tudo a postos para que o processo decorra sem sobressaltos. Entretanto, a instituição ainda não esclareceu o caso da fraude que ocorreu na Escola Secundária Josina Machel, em Maputo, nos exames da primeira época.

Em entrevista ao jornal O País o Instituto Nacional de Exame, Certificação e Equivalências, entidade sob alçada do MINEDH, disse que foram criados 1 200 centros de exames no país.

As provas da 12ª classe têm lugar à tarde, enquanto os da 10ª classe realizam-se no período de manhã, segundo Feliciano Mahalambe, director-geral do Instituto Nacional de Exame, Certificação e Equivalências.

O último carro transportando exames partiu de Maputo na manhã de ontem, para a província de Gaza. Na cidade e província de Maputo as provas foram distribuídas na madrugada de hoje, explicou a fonte.
São elegíveis aos exames da segunda época aos alunos que não tenham reprovado até quatro disciplinas na 10ª classe e até três disciplinas na 12ª classe.

Às autoridades do sector da educação reitera o apelo aos estudantes para que não levem telemóveis, cábulas e outros materiais não recomendáveis para a sala de exames.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content