FDS capturam insurgentes em Palma

 

Texto de Serôdio Towo, em Palma

O comandante distrital da Polícia da República de Moçambique em Palma confirmou esta terça-feira a detenção de elementos pertencentes as fileiras dos terroristas. Sem precisar o número, Arquimedes Dima garantiu que todos os capturados são moçambicanos e alguns são mesmo residentes de Palma.

“Não posso falar do número, mas é um número considerável e eles já deram informações importantes que nos estão a ajudar a combater o inimigo”, explicou.

A polícia também confirma o ataque do dia 12. “Realmente o ataque ocorreu. 28 Concidadãos nossos foram barbaramente assassinados, depois de mortos foram decepados. Ocorreu por volta das dez horas do dia 12”, acrescentou Dima, antes de confirmar outro ataque em Quissangulo, supostamente perpetrado pelos autores do primeiro ataque. Baseada no testemunho de um sobrevivente, a polícia acredita que era um grupo de cerca de 65 insurgentes.

Apesar de reconhecer que a situação de segurança naquele distrito é “complexa”, o comandante procura tranquilizar a população. “Temos posicionadas as nossas forças em todos os locais susceptíveis de entrada do inimigo, incluindo as ilhas”.

A nossa equipa aqui em Palma tem estado a testemunhar o trabalho das Forças de Defesa e Segurança, que se desdobram no sentido de devolver tranquilidade à população.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content