FMO diz que Nyusi deve explicar o seu envolvimento ou não nas dívidas ocultas

 

Este posicionamento foi manifestado recentemente por Paula Mondlane, membro do Fórum de Monitoria do Orçamento (FMO), em entrevista a DW, em reação à autorização do Tribunal de Londres a Privinvest para notificar o Presidente da República, Filipe Nyusi.

“O Presidente tem que vir clarificar e dar uma justificação aos moçambicanos sobre o que é que isto quer dizer, principalmente num contexto de crise. Sabemos todos que as dívidas ocultas resultaram, tanto numa crise económica e social no País, mas também numa crise que até hoje não está devidamente explicada, e os processos não estão ainda terminados. Mas o nosso foco principal é que o Presidente tem o dever de vir junto dos moçambicanos explicar esta situação e penso que nós, como moçambicanos, estamos à espera que isso aconteça”, afirmou Paula Mondlane na entrevista, elucidando, contudo, que a notificação em si não significa culpa, e sim a necessidade de se fazer algum esclarecimento.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content