Frelimo em Maputo preparada para bons resultados

O recenseamento eleitoral, que termina esta quinta-feira, 30 de Maio, foi marcado por pouca adesão dos potenciais eleitores, e nalguns postos houve problemas com o equipamento, mau funcionamento das brigadas e outras adversidades que deixaram algumas dúvidas se seria possível alcançar a meta traçada. Entretanto, a uma semana do fim do processo, a Frelimo mostra-se confiante no alcance das metas na província de Maputo, onde até sexta-feira última já haviam sido alcançados 81 porcento dos potenciais eleitores.

Texto: Lídia Cossa

Na ocasião, a Frelimo reforçou a sua confiança na vitória nas eleições de 15 de Outubro próximo. A garantia foi dada pela chefe da Brigada Central, Carmelita Namashulua, que reuniu com o Comité Provincial do partido, no passado sábado.

A visita da chefe da Brigada Central tinha por objectivo fazer o balanço do processo de recenseamento eleitoral, que está no fim, bem como preparar os membros do partido para as eleições gerais.

Carmelita Namashulua fez saber que, apesar de todas as falhas que se verificaram no decorrer do recenseamento eleitoral, a Frelimo está confiante e está pronta para vencer.

“Estamos na fase final do recenseamento, por isso como partido temos que continuar a mobilizar para que todos os cidadãos possam se recensear e que estejamos todos unidos rumo a vitória nas eleições gerais”, disse.

Segundo Namashulua, o partido está a trabalhar com vista a conseguir maior representatividade na Assembleia da República e nas assembleias provinciais. Igualmente, segundo Namashulua, a Frelimo quer resgatar o seu nível de popularidade.

“Nós estamos convictos que com o trabalho que o partido tem vindo a realizar na província de Maputo, a Frelimo ainda continua a granjear simpatias a nível da população, por isso o nosso foco é trabalhar para que no dia 15 de Outubro possamos ter uma assembleia provincial com maior representatividade do partido Frelimo, bem como na Assembleia da República”, explicou.

Segundo Namashulua, o partido sempre esteve pronto para vencer. “A forma como decorreu o recenseamento não traz nenhum impacto negativo para o nosso partido, porque até aqui já temos 81 porcento dos resultados esperados. Estamos a trabalhar e temos certeza que vamos vencer”, concluiu. 

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content