Jogadores do Incomati não saem de Maputo sem salários nas contas

Mesmo depois da deslocação do presidente da Liga moçambicana de futebol, Ananias Couane, a Xinave com intuito de evitar a falta de comparência dos açucareiros no jogo diante do Desportivo de Nacala, referente a sexta jornada do Moçambola, os jogadores do Incomati continuam irredutíveis. Mante-se em greve devido ao atraso de quatro meses no pagamento de salários.

Texto: Neuton Langa

Tudo indica que o Incomati de Xinavane não vai mesmo a jogo, este domingo. Os açucareiros ainda não levantaram as passagens aéreas para seguirem viagem a Nacala, palco do jogo com o Desportivo local.

Fontes bem posicionadas do elenco da LMF, dão 99 porcento de hipótese de o jogo não acontecer. Os jogadores dizem que não saem de Maputo sem salário nas contas, o salário esse não existe e ameaçam não jogar na taça próxima quarta-feira.

No princípio desta noite, começaram a surgir rumores dando conta de que alguns jogadores do clube já começaram a sair em debandada para outras equipas que militam no Moçambola, como são os casos de Guirrugo e Nelinho.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content