Jurista moçambicano defende enquadramento jurídico da feitiçaria

 

 A feitiçaria tem sido, nos últimos dias, uma das principais causas da violência, sobretudo contra idosos, no país, e em particular na província de Inhambane. No entender do jurista moçambicano Hilófero da Conceição, o que leva, muitas vezes, algumas pessoas a recorrerem à justiça com as próprias mãos para resolver esses casos é a falta de enquadramento jurídico desta prática mágico-supersticiosa.

Conceição defende a criação de uma norma jurídica que penaliza a prática da feitiçaria, para evitar o recurso à violência, por parte de quem se sente lesado, para resolver este tipo de casos.

Baixe o Dossiers & Factos Digital e leia o texto na íntegra

 

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content