Para reuniões virtuais: Lançado sistema de videoconferência

 

 

O Ministério da Ciência e Tecnologia e Ensino Superior lançou, hoje, segunda-feira, 5, um sistema de videoconferência do Governo, doado pela empresa chinesa Huawei, cujo objectivo é interligar as instituições do Executivo para a realização de reuniões virtuais, a nível central e provincial, reduzindo a mobilidade e o contacto físico entre os participantes.

O Governo central e as secretarias provinciais já podem realizar reuniões virtuais com mais de 1.000 participantes, desde esta segunda-feira.

São ao todo 26 conjuntos de equipamento, segundo o embaixador da República Popular da China, Wang Hejum.

“Os 26 conjuntos de equipamentos de videoconferência oferecidos pela Huawei ao Governo moçambicano vão permitir maior conexão entre os ministérios e até com o exterior, melhorando a eficiência do trabalho e administração governamental”, disse, o diplomata chinês.

Segundo o ministro da Ciência e Tecnologia e Ensino Superior, Daniel Nivagara, com o sistema é possível reunir, em simultâneo, mil pessoas, através de dispositivos pessoais, como computadores portáteis e dispositivos móveis. Ou seja, os dirigentes podem reunir-se sem estar nos locais onde foram instalados os sistemas, o que para o ministro possibilitará a realização de sessões de trabalho sem necessidade de deslocações e contribuirá para a redução de tempo, custos e outras implicações logísticas.

“Importa realçar que este sistema de videoconferência do Governo possui 36 pontos terminais para a participação em reuniões virtuais, localizados nos diferentes Ministérios, Secretarias de Estado de nível central, bem como nas Secretarias de Estado de nível provincial”, apontou Nivagara.

Por ser uma ferramenta que vai beneficiar todos os ministérios governamentais, o ministro da Saúde, Armindo Tiago, que participou de forma virtual do lançamento, já prevê ganhos.

“O sistema de videoconferência do Governo chega em boa hora, ele vai reduzir o risco de contaminação no seio dos funcionários e agentes do estado, por outro lado, permitir uma maior produtividade no meio das instituições governamentais”, referiu Tiago.

Todos os ministérios e Secretarias de Estado já têm o equipamento de videoconferência instalado e pronto a usar, a partir desde esta segunda-feira. Para além de reuniões em directo, o sistema permite efectuar gravações para utilização posterior.

Ainda durante o lançamento da plataforma, foram doados pela Huawei sistemas de medição de temperatura para o Serviço Nacional de Migração.

Mais  Destaques

error: Conteudo protegido!!
Scroll to top
Skip to content