Magude celebra 55 anos com aposta no desenvolvimento das comunidades

 

Este foi o lema das celebrações do 55° aniversário da elevação do distrito de Magude, província de Maputo, à categoria de vila. Com efeito, tal como testemunhamos, aquela vila, que tem a produção  de gado bovino como principal bandeira, está em franco crescimento, sobretudo no que diz respeito a infra-estruturas públicas.

Texto: Lídia Cossa, em Magude

Foi a 1 de Junho de 1964 que o governo colonial português, impressionado pelo desenvolvimento da até então circunscrição de “Kozene”, que em português significa “terra dos Cossas”, decidiu criar o distrito de Magude.

Falando na ocasião Lazaro Bambamba, administrador do distrito de Magude, disse que os 55 anos daquela vila trazem consigo muitas melhorias em todos os aspectos, sobretudo, no desenvolvimento da comunidade.

“55 anos é muito, se fosse uma pessoa já teria netos, por isso consideramos o nosso distrito grande e em franco desenvolvimento. Em cada um de Junho, nós queremos honrar a memória de Magudze Cossa, a pessoa que deu nome ao nosso belo distrito “, explicou Bambamba.

Na ocasião, o administrador do distrito, entregou uma motobomba a à Associação dos Agricultores Zama-Zama para estimular o aumento da produção e produtividade naquele distrito.

Para além da motobomba, foi também entregue uma viatura para o Posto Administrativo de Mahel, para facilitar a deslocação do chefe do posto e demais pessoas.

O roubo de gado vinha preocupando os criadores e a população, mas segundo, o administrador, este fenómeno reduziu drasticamente nos últimos anos. “O roubo do gado diminuiu muito graças ao trabalho conjugado da polícia, da comunidade e da associação dos criadores de gado. Isso deixa-nos muito felizes e tranquilos”, destacou.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content