Manutenção da paz efectiva no país

Celebram – se hoje 27 anos da assinatura dos acordos de Paz de Roma. As cerimônias centrais foram dirigidas pelo chefe de estado, Filipe Nyusi na Praça dos Heróis Moçambicanos, no distrito da Manhiça. Nyusi apelou a sociedade civil, as instituições democráticas e povo no geral, a tudo fazerem para a manutenção da paz.

“Celebramos esta data num momento em que abraçamos o desafio de consolidação da paz, que deve ser assumida como um juramento da pátria para que cultivemos a concórdia em palavras e em actos”, disse.

Na ocasião, homenageou a todos que deram a sua contribuição e aos que continuam dando pela paz.

“O mundo testemunhou a paz e acredita nos moçambicanos e a sua capacidade de reconciliação. Celebramos este dia homenageando a todos que deram e continuam a dar o melhor de si com elevado sentido de pátria”, explicou.

O PR garantiu que o Governo não está distraído com relação aos actos de violência que se fazem sentir no centro e norte do paz, e disse que nenhum soldado irá descansar enquanto não se colocar um fim.

“Não estamos distraídos e não nos podem distrair com os actos macabros que se registam em algumas zonas no centro do país e com alguma intensidade no norte, o Governo está atento e não vão deixar o povo morrer”, garantiu.

O Presidente disse que o Governo vai continuar a exortar as Forças de Defesa e Segurança para defender, e que seja o último soldado a não poder defender.

Na ocasião falou também das eleições de 15 de Outubro exortando que o espírito de Paz e de festa seja o mesmo a prevalecer ao longo de todo processo eleitoral.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content