Maputo Skate falha participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

 

O Maputo Skate, um clube formado por um grupo de atletas que pratica a modalidade desportiva de skate desde 2006, sonhava em representar o país nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, mas dificuldades financeiras, aliadas ao facto de não estar filiado à Federação Moçambicana de Patinagem (FMP), ameaçam a sua intenção. Em entrevista ao Dossiers & Factos, o presidente do organismo, Francisco Vinho, conta que tem recebido pressão internacional, através da World Skate, que reclama o facto de não haver nenhum país africano a participar das qualificações para o certame, devido à falta de organização dos países africanos, que não encaram o skate como uma modalidade desportiva. É que o organismo máximo daquela modalidade desportiva, que é, na verdade, um modo de vida, condiciona a participação à filiação às federações nacionais.

Por: Neuton Langa

Maputo Skate surge em 2006, como um movimento de jovens, com o intuito de melhorar a vida dos praticantes da modalidade ao nível da cidade de Maputo, através de palestras nas escolas públicas e privadas. 

Mas, como Associação Amigos do Skate de Maputo, começaram as suas actividades no ano passado e têm como objectivos ajudar crianças e adolescentes carenciados, através do skate, para que elas estudem e saiam do mundo das drogas, isto é, aquela agremiação usa o skate para aproximar-se das crianças, de modo a perceber os seus problemas sociais.

Aliás, o melhor atleta do Maputo Skate, Noel Cossa, considerado jovem promessa da modalidade, e que irá participar do Campeonato Africano de Skate, em Novembro próximo, em Angola, foi descoberto nas ruas da cidade de Maputo. Este havia abandonado os estudos e vivia em conflito com a família, mas, graças ao movimento, este regressou à escola e tem a Maputo Skate como família.

Visto como um movimento de rua, o skate no país ainda é encarado com algum preconceito. Segundo o presidente do Maputo Skate, Francisco Vinho, sentem-se discriminados pela sociedade, apesar do contributo que eles dão, ajudando a moldar os “miúdos” carenciados e desviados.

Para Vinho, a modalidade está em constante crescimento, porque virou uma modalidade olímpica e estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Neste âmbito, estão em negociações com a Federação Moçambicana de Patinagem para que esta modalidade, cujo país tem grande potencial, possa estar inscrita, de modo a competir oficialmente.

“Para o próximo ano, não vamos a tempo de nos qualificarmos para os jogos olímpicos, primeiro, porque ainda não finalizamos a nossa inserção na federação; segundo, os jogos de qualificação já iniciaram e estão a decorrer nos Estados Unidos da América”, disse Vinho.

“No momento, as nossas negociações com a FMP estão a decorrer a bom ritmo, pois já tivemos dois encontros com o elenco federativo, diríamos que está a faltar o dia em que iremos anunciar a nossa entrada naquele organismo, porque a pressão, para além de ser interna, é também internacional, ao nível da World Skate”, garantiu.  

Em Novembro, Moçambique disputa o africano em Angola

Apesar de ainda não estar inscrito, o grupo tem participado de campeonatos internacionais ao nível do continente africano, em países como África do Sul, Maurícias, Marrocos, Tanzânia, entre outros.

Com efeito, em Novembro, aquele grupo irá disputar o campeonato africano, em Angola, mas debate-se ainda com a falta de fundos para deslocação e acomodação dos dois atletas, incluindo o treinador e um representante do Maputo Skate.

Refira-se que o grupo tem organizado campeonatos internos, mas com fraca participação das restantes províncias de Moçambique, por isso assume que o maior desafio da agremiação, neste momento, é a massificação da modalidade, mas compreende que os preços do material para a prática do skate profissional são muito elevados.

É tendo em conta este desafio que Vinho e seus correligionários juntaram forças e criaram uma loja, na qual não só vendem as principais marcas internacionais, como também produtos originais feitos pelo próprio Maputo Skate.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content