MDM fala de uma grande rasura no processo do desenvolvimento e democracia

 

O Movimento Democrático de Moçambique (MDM) diz que os autores da suposta fraude que deu vitória à Frelimo e seu candidato, Filipe Nyusi, estão assustados, pois, os níveis fraudulentos foram alarmantes. José de Sousa, mandatário do MDM fez estas declarações, esta segunda-feira, durante a validação dos resultados eleitorais pelo Conselho Constitucional (CC).

Texto: Arão Nualane

Para José de Sousa, o CC falou tudo bonito, disse coisas que são do conhecimento de todos, como é o caso da lei eleitoral, mas esqueceu que no dia das eleições os delegados de candidatura, os membros das mesas dos partidos da oposição foram escorraçados.

“O que aconteceu em Moçambique foi uma grande rasura no processo do desenvolvimento e democracia”, argumentou a fonte, para depois acrescentar que a redução dos deputados do MDM na Assembleia da República significa fraude, ou seja, não aceitar a diferença.

Outro aspecto avançado por Sousa é a fraude serve para impedir a inclusão daqueles que têm competências para dirigir o país.

“Continuaremos a fazer o nosso trabalho, é verdade que nestas eleições saímos diminuídos, porque a fraude atingiu proporções nunca vistas. Esta fraude foi assustadora e aqueles que a cometeram também estão assustados”, disse.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content