Millenium Bim maltrata clientes em Mueda

Zelma Ntemo queixa-se do mau atendimento no BIM em Mueda

 

Texto de Serôdio Towo, em Mueda

O sofrimento é enorme. Longas filas podem ser vistas defronte do balcão desta instituição bancária na vila sede do distrito de Mueda, província de Cabo Delgado.

A nossa reportagem esteve na manhã desta quarta-feira (23 de Setembro) no local e conversou com alguns clientes que denunciaram o mau atendimento.

Zelma Ntemo, anciã de 62 anos de idade, antiga combatente, é uma das clientes que aceitou falar para a nossa reportagem e contou que, nos últimos tempos, é comum verificar-se enchentes, que fazem com que as pessoas levem duas semanas para serem atendidas.

Zelma Ntemo disse ao Dissiers & Factos que, desde quinta-feira da semana passada, vai ao banco e não consegue ser atendida por causa da enchente.

Outro cliente que falou à nossa reportagem, sem aceitar ser identificado, descreveu o ambiente como horrível, explicando que o sector de atendimento geral é muito lento.

“Por exemplo, um cliente que precisa regularizar documentos ou outro tipo de expediente, enquanto estiver dentro do balcão chega a demorar mais de 35 minutos.”

“Antes da entrada do recolher obrigatório, as pessoas chegavam à madrugada para formar fila perante todos riscos possíveis. Mesmo agora que a circulação de pessoas só acontece de dia, até cinco horas da manhã já há fila com muita gente”, acrescentou.

Esta fonte também subscreve que naquele balcão o atendimento é de verdadeiro sofrimento, devido a lentidão dos funcionários.

A nossa reportagem tentou chegar à fala com o gestor do balcão mas sem sucesso.

 

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content