Moçambique já tem Banco de Leite Materno

A ministra da Saúde, Nazira Abdula,  inaugurou na passada sexta-feira o primeiro Banco de Leite Materno, estratégia que visa promover o aleitamento materno no país. O leite vai ser dado a recém-nascidos sob prescrição médica.

Texto: Redacção

 “O banco de leite é um excelente aliado das políticas do Ministério da Saúde que visam promover o aleitamento materno exclusivo em Moçambique”, refere um comunicado do Hospital Central de Maputo, que vai receber este banco de leite.

O leite que será doado voluntariamente, vai ser dado a recém-nascidos doentes e prematuros, sob prescrição médica.

Os últimos dados sobre o aleitamento materno indicam que 45% das mães em Moçambique não dão aos seus bebés leite materno exclusivo nos primeiros seis meses de vida, o que pode comprometer o desenvolvimento e a saúde da criança.

Entre 2011 e 2015, a percentagem de mães que deram leite materno exclusivo aos bebés nos primeiros seis meses aumentou de 43 para 55 % em Moçambique, segundo dados oficiais.

O projeto coordenado pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC) em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o primeiro Banco de Leite Humano de Moçambique vai contribuir com a redução da mortalidade neonatal e infantil no país.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content