Mozal entrega material de higienização e desinfecção para combater a covid-19

 

O processo de prevenção contra a Covid-19 vai conhecer um grande impulso nos próximos dias, em todos os distritos da província de Maputo, pelo facto de o governo ter recebido diferentes kits de Higiene e Desinfecção na última sexta-feira, 29 de Maio. Trata-se da entrega de um conjunto de material que compreende 7.750 litros de desinfectante, um pouco mais de 200 caixas de sabão sólido, 310 bombas de pulverização, com capacidade de 16 litros, e 100 tanques de água, com capacidade para 50 litros. O lote de material na ordem de dois milhões e cem mil meticais foi entregue pela empresa de fundição de alumínio Mozal, no âmbito da sua responsabilidade social, em resposta ao pedido formulado pelo governo da província de Maputo.

Falando no acto da recepção do material, em representação do governador provincial, Katia Come, Directora do Gabinete do governo de Maputo, fez saber que o material, ora doado, vai aliviar sobremaneira as autoridades de saúde, que já vinham trabalhando com inúmeras dificuldades pela insuficiência deste material, num momento em que são chamadas a dar uma resposta rápida na prevenção da pandemia. “Com esta quantidade de desinfectantes, já podemos alcançar outros sectores de aglomeração populacional, nomeadamente nos transportes públicos e semi-colectivos, dado que os utentes precisam de ter um maior cuidado, para que o transporte não se torne um foco de transmissão”.

 

Mais adiante, a governante disse que os kits recebidos vão, depois, ser distribuídos para todos os distritos da província, o que poderá impulsar e incrementar os métodos de prevenção a COVID-19, que o governo tem vindo a implementar um pouco por toda a província. Por outro lado, Katia Come reconheceu o papel preponderante da Mozal, enquanto um parceiro estratégico na luta contra a COVID-19, ao fazer inúmeras intervenções nos últimos tempos, sobretudo no que toca ao apoio no sector da Saúde. Num passado recente, lembrou Katia Come, a Mozal reabilitou o Centro de Saúde da Matola I, criando condições básicas para atender de, forma específica, as pessoas com infecção da COVID-19.

Por seu turno, Gil Cumaio, Director Interino de Assuntos Corporativos da Mozal, fez saber que a empresa que representa tem estado a fazer tudo o que está ao seu alcance para apoiar as acções do governo da província de Maputo, quiçá ao governo Central, para melhorar a capacidade de resposta perante esta pandemia, que está a causar consequências nefastas no campo social e na economia. Cumaio disse, na ocasião, que os esforços da Mozal no Combatente a esta pandemia não se limitam apenas a esta acção, dado que a empresa tem um horizonte amplo de responsabilidade social, e por isso desencadeia um conjunto de estratégias, com vista a dar mais apoio as comunidades e as autoridades de saúde.

Ao fazer este gesto de apoio, a Mozal reconhece o seu papel na sociedade em que está inserida e na valorização das pessoas e do mundo de que depende. Daí que mais pacotes de apoio estão a ser programados e em breve deverão ser anunciados, para que o processo de sensibilização e educação das comunidades tenha o impacto desejado. “Nós, na Mozal, identificamo-nos com a visão do governo ao tomar medidas de prevenção como o centro das atenções, porque só seguindo as normas definidas, quer pelas autoridades nacionais, quer pela organização mundial de saúde, será possível mitigar a COVID-19”.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content