Nova Democracia exige respeito pelos Direitos Humanos

 

O partido Nova democracia (ND) exige o cumprimento da Declaração Universal dos Direitos Humanos, da qual Moçambique é signatária. O partido aponta que as recorrentes violações dos Direitos Humanos e da liberdade individual constituem uma ameaça à paz e ao bem-estar de uma sociedade.

Esta exigência foi feita por ocasião da celebração do Dia Internacional dos Direitos Humanos, assinalado ontem, dia 10 de Dezembro.

O ND exige uma paz social e de reconciliação em Moçambique não só baseada na ausência de guerra, mas na compreensão que permita manter relações saudáveis entre as pessoas, as diversas classes sociais e grupos étnicos, dentro da sociedade, no contexto dos Direitos Humanos e da Justiça Social.

“Tristemente, em Moçambique temos um cenário de défice estrondoso no cumprimento e aplicação dos diversos instrumentos legais que promovem os Direitos Humanos por parte das autoridades, num contexto de ausência de sinais de interesse na recuperação da Legalidade e da Justiça, prejudicando a grande maioria da população, mormente aqueles que não pertencem ou não gozam do calor do regime do dia”, lamentou.

Para a Nova Democracia, a paz é um compromisso, um ideal, que deve-se perseguir constantemente, é a soma de atitudes pessoais e colectivas, a busca da verdade e da justiça a partir da liberdade.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content