Nyusi promete mais desenvolvimento para Manica

Filipe Nyusi trabalhou na província de Manica, a sétima província que escala no decurso da campanha eleitoral. Trabalhou durante três dias em oito distritos daquela província, e a porta de entrada foi a capital provincial, Chimoio onde orientou um comício popular no bairro da Soalpo.

Texto: Lidia Cossa, Manica

Nyusi começou por recordar aos milhares de membros e simpatizantes da Frelimo que estiveram presentes que sob orientação do seu Governo as suas residências não foram retiradas e ganharam a titularidade das mesmas.

Prometeu transformar todo o bairro da Soalpo em Zona Econômica Especial para atrair empresas que possam investir na fábrica de têxteis da Textáfrica, mas também atrair outro tipo de empresas e fábricas que possam investir em outros ramos de actividade de modo a criarem mais empregos para os residentes da cidade de Chimoio e de toda a província de Manica.

Nyusi explicou que os investidores vão beneficiar de redução de impostos, entre outras facilidades para que possam ser incentivados a apostar naquela região.

O candidato do batuque e da maçaroca voltou a falar da bandeira da sua campanha que é a criação de mais de três milhões de empregos ao longo do próximo mandato através de atracção de investimentos, do uso de receitas provenientes da exploração dos recursos naturais.

Nyusi prometeu investir mais de 2 mil milhões de dólares na agricultura. Reconheceu que o valor é pouco, mas recordou que o Governo tem outras obrigações como a construção de estradas, hospitais, escolas, geração, transporte e distribuição de energia eléctrica, entre outras.

“Dar 10% do Orçamento do Estado à agricultura vai ser possível revolucionar a agricultura praticada no país. Temos o exemplo do projecto Sustenta que deverá no próximo ciclo ser alastrado para todo o país, mas só nas duas províncias onde foi até aqui implementado permitiu fazer crescer a produção agrícola. O distrito de Malema em Nampula é exemplo, porque antes do Sustenta o distrito produzia pouco mais de 300 mil toneladas de produtos diversos, mas até ao final de 2018, Malema produzia quase 800 mil toneladas. Esse crescimento deverá ser observado em todo o país através do apoio a 3 milhões de famílias camponesas”, explicou.

Naqula Província Nyusi trabalhou ainda nos distritos de Bárue e Manica.

Nyusi terminou o trabalho orientando um comício também com milhares de membros e simpatizantes do seu partido na cidade de Manica.

Falou das grandes obras do Governo naquela província, nomeadamente as obras da Estrada Nacional Número 6 que parte da Beira até Machipanda naquela mesma vila, a reabilitação da Linha Férrea de Machipanda também com o mesmo percurso e a reabilitação das centrais eléctricas das barragens de Mavuzi e Chicamba que estabilizaram a corrente eléctrica não só em Manica como em Sofala.

Falou também da construção de escolas, hospitais, expansão da energia eléctrica entre outras realizações. E prometeu fazer mais, mas tal depende do voto esmagador dos eleitores daquela província.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content