ONU: “Mussa personificou processo de paz”

O enviado especial do Secretário-Geral da ONU a Moçambique manifestou “profundo pesar” pela morte, esta segunda-feira (08 de Fevereiro), do Chefe de Estado Maior-General, Eugênio Mussa.

Em uma declaração enviada a nossa redacção, Mirko Manzoni, que também é presidente do grupo de contacto no âmbito do processo de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração das forças da Renamo, diz que Mussa será recordado pelo seu “inabalável empenho em garantir a paz para Moçambique”.

“Ele foi verdadeiramente uma personificação do processo de paz”, escreve o enviado de António Guterres, garantindo que “teremos saudades suas”.

Eugênio Mussa foi nomeado Chefe de Estado Maior-General no dia 14 de Janeiro.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content