Ossufo Momade considera-se continuador dos ideais de Dhlakama

 

O presidente da Ranamo, candidato a chefe de Estado, nas eleições presidenciais de 15 de Outubro próximo, Ossufo Momade reconhece que Dhakam foi um líder carismático e nunca será como ele, contudo, vai ser a continuidade do seu propósito. Estas declarações foram feitas hoje, segunda-feira, na cidade de Maputo, durante a sua primeira aparição, naquele que é o terceiro dia de campanha.

Texto: Redacção

Depois de aterrar no Aeroporto Internacional de Maputo ido de Portugal, fez uma “passeata” em caravana em várias artérias da cidade capital, onde em contacto com os eleitores prometeu combater a corrupção, através de campanhas de educação cívica, para erradicar o fenómeno.

No que concerne às infra-estruturas, Momade avançou que se o seu partido vencer o escrutínio eleitoral que se avizinha vai melhorar as estradas, como forma de fazer sentir as pessoas que estão num país que caminha para o desenvolvimento. 

Outra promessa feita por Momade é de que vai introduzir uma educação inclusiva e o ensino será gratuito da 1ª a 10ª classes.

Ainda em Maputo, na província com o mesmo nome, concretamente no mercado T3, ontem, domingo, o cabeça de lista, António Muchanga, prometeu aos vendedores a reabilitaçãodas vias de acesso em toda a província.

A ocasião serviu igualmente para Muchanga manter o cantacto interpessoal com os vendedores, pedindo a estes para que votem no seu partido.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content