Por roubo de cabos eléctricos: EDM regista prejuízos enormes em Sofala

 

A Electricidade de Moçambique (EDM), através do director técnico da área operacional da Beira, Amílcar Liace, disse há dias, que a empresa está a registar prejuízos enormes, por causa dos constantes roubos de cabos eléctricos e vandalização dos Postos de Transformação (PT)  ao nível da província de Sofala.

Texto: Aristides Mbofana

Segundo o director da EDM em Sofala, pelo menos 26 caso de vandalização dos PT e de roubo de cabos elétricos, foram registados nos últimos três meses do ano em curso, com principal ponto a cidade da Beira e bairro da Manga.

Aliado a isto, pelo menos duas pessoas foram detidas no último final de semana no bairro dos pioneiros, quando foram flagrados pela polícia a sabotarem o PT54, na tentativa de retirar cabos de alumínio para o fabrico de panelas.

Assim, o caso já foi encaminhado para as autoridades de justiça, com vista a responsabilizar os criminosos.

No igual período do ano passado, a  EDM, em Sofala, registou, prejuízos  de mais de dois milhões de meticais, decorrentes de acções de roubo e vandalização de materiais e equipamentos eléctricos.

Explicou ainda que a vandalização de um posto de transformação, traz prejuízos mais elevados do que aqueles que são contabilizados quando se verificam, por exemplo, roubos de cabos eléctricos, o que era prática no passado.

“A EDM tem estado a tomar medidas para evitar o roubo e vandalização dos seus materiais e equipamentos, mas ainda não é suficiente sem o envolvimento das comunidades na protecção e denúncia dos sabotadores” disse, acrescentando que “já foram presos dois dos larápios que tentaram vandalizar o PT 54  localizado no bairro dos pioneiros nas proximidades da antiga fábrica de margarina.  Os mesmos já estão com processo e poderão ser julgados pelo crime” garantiu.

A fonte explicou ainda que as acções de sabotagem dos materiais e equipamentos da EDM têm constituído sério embaraço à empresa no prosseguimento de programas com vista, sobretudo, a massificação e melhoramento da qualidade de fornecimento da energia eléctrica. 

“A EDM apela no entanto, as autoridades comunitárias, sobretudo das zonas periféricas onde ocorrem essas vandalizações a intensificarem a sua fiscalização, para se encontrarem e responsabilizarem os praticantes destas acções”. Concluiu

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content