PR quer flexibilização do licenciamento na mineração

A flexibilização dos processos de licenciamento mineiro é apontada como caminho para a redução da informalidade no sector da mineração. A ideia foi defendida pelo Chefe de Estado, que falava esta quarta-feira na abertura da VII conferência e exposição de mineração, petróleo e gás e energia de Moçambique.

Filipe Nyusi mostrou-se preocupado com o alto grau de “informalidade, fuga ao fisco, poluição ambiental, trabalho infantil e propensão a actividades ilegais” e apelou igualmente a melhoria dos níveis de fiscalização, combatendo a fuga ao fisco, a imigração clandestina, a cedência ilegal de licenças e critérios arbitrários de valoração de minérios.

Na ocasião, ficou-se a saber que a exploração de gás poderá gerar, a partir de 2022, pouco mais de 70 mil postos de trabalho. A VII conferência e exposição de mineração, petróleo e gás e energia decorre na cidade de Maputo.

Mais  Destaques

error: Conteudo protegido!!
Scroll to top
Skip to content