PR RECUA APÓS AMEAÇA DE BOICOTE: Já não se regressa às aulas a 27 de Julho

 

Quatro dias depois do Dossiers & Factos ter alertado, na sua última edição, que alguns pais e encarregados de educação estavam a ensaiar um boicote ao regresso às aulas, o Presidente da República, Filipe Nyusi, em comunicação à nação, a instantes, recuou da decisão de relaxar as medidas de emergência para permitir o retorno faseado às aulas presenciais a 27 de Julho, como havia sido anunciado pelo Conselho de Ministros.

Os estabelecimentos de ensino públicas e privadas, a todos os níveis, continuarão fechados até que se criem condições de saneamento e higiene.

Na ocasião, o PR reconheceu que, apesar dos esforços de vários actores, visando garantir condições mínimas para o retorno às aulas, persitem vários desafios em grande parte das escolas.

No entanto, Nyusi encorajou os gestores das escolas e outros profissionais do sector da educação a continuarem com o trabalho de preparação.

O volt-face do Presidente da República acontece numa altura em que  os casos da Covid-19 continuam a subir de forma virtiginosa no país, a uma média de mais de 50 casos por dia, em toda a extenção do território nacional.

 

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content