Raptores de Rizwan Adatia ainda não pediram resgate

O Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique diz que os raptores do empresário e filántropo, de nacionalidade indiana, Rizwan Adatia, ainda não mantiveram nenhum contacto para pedido de resgate.

O caso ocorreu na quinta-feira (30/04) por volta das 15 horas, na Matola, na altura em que a vítima saía de um dos estabelecimentos comerciais.

A Polícia da República de Moçambique (PRM) avançou que o rapto foi protagonizado por quatro indivíduos ainda desconhecidos, que bloquearam a viatura em que a vítima se encontrava.

Tal como fez saber o chefe do departamento de relações públicas Jesuarce Martins, os raptores estavam equipados com uma arma do tipo pistola, e forçaram a vítima a seguir viagem numa outra viatura para parte incerta. A fonte explicou que o caso é sensível e está exigir trabalho constante por parte da corporação.

O Serviço Nacional de Investigação Criminal, (SERNIC) na província de Maputo, está a desencadear um trabalho operativo para esclarecer o caso do rapto do patrono da fundação Rizwan Adatia.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content