SEJE exige transparência na gestão de fundos alocados ao CNJ

 

A Secretaria de Estado da Juventude e Emprego (SEJE) disponibilizou, hoje, mais de cinco milhões de meticais destinados a apoio ao associativismo juvenil no quadro do contrato programa anual entre o governo e o Conselho Nacional da Juventude (CNJ). Na ocasião, Oswaldo Peterburgo, Secretário de Estado daquele pelouro, lançou um vigoroso répto à liderança do CNJ no sentido de pautar por uma gestão transparente e prestação de contas na utilização dos referidos fundos públicos.

Num acto que teve lugar no jardim  do complexo ministerial, localizado ao largo da Avenida 10 de Novembro, na baixa da cidade de Maputo,  o governo, através do Instituto Nacional da Juventude, representado pelo respectivo director-geral, Johane Muatsa, depois da assinatura do contrato programa, entregou simbolicamente um cheque gigante no valor de cinco milhões de meticais nas mãos do presidente do CNJ, Manuel Formiga.

O referido contrato programa é avaliado em 5.134.000,00 Mt e é válido para o presente ano de 2020, sendo que os fundos são destinados para o CNJ a nível central e para os CPJ’s, bem como a realizacao da Assembleia Geral daquela instituição.

Durante o seu discurso de ocasião, o Secreatário de Estado da Juventude e Emprego, Oswaldo Peterburgo apelou para que os recursos disponibilizados sejam geridos de forma criteriosa, observando as regras de prestação de contas.

“Do CNJ espero que com este contrato programa haja mais motivação, proatividade, responsabilidade porque o Governo espera transparência na gestão de fundos e prestação de conta, e a Sociedade estar mais perto do associativismos juvenil”, destacou Peterburgo, enconrrajando as associações juvenis por afinidade temática como estudantis e temáticas a juntarem-se ao CNJ.

Manuel Formiga justificou que parte do dinheiro alocado pelo governo será usado para a viabilização das actividades do CNJ, no quadro da operacionalização da política nacional da juventude e da declaração da Matola.

“O valor que nos é dado como apoio por parte do governo será criteriosamente usado para o bem do desenvolvimento integrado da juventude. Drenaremos parte do valor para o nosso funcionamento interno, mas consciente de que estamos no limiar do nosso mandato, aliás, já estamos fora do mandato, mas por questões conjunturais não foi possível realizar a nossa Assembleia Geral. Parte significativa do valor deste contrato programa será direcionado para a realização da Assembleia Geral”, disse Formiga, garantindo, igualmente, apoio aos Conselhos Provinciais da Juventude (CPJ).

Refira-se que na ocaião, a SEJE assinou um outro memorando de entendimento com a Voluntary Service Overseas (VSO na sigla em Inglês), organização líder em voluntariado global, que visa o reforço do espírito e da acção voluntária e solidária no seio da Juventude.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content