Sinai Nhatitima considera que a nossa sociedade está doente

– Sobre o caso da deputada Alice Tomás e Fátima Mimbire  

O antigo Vice-Procurador-Geral da República entre 1989 e1995, e Procurador-Geral entre 1995 e 1997, Sinai Nhatitima, considera que a sociedade moçambicana está doente.

Sinai Nhatitima fez esta análise à margem de uma entrevista que concedeu ao Jornal Dossiers & Factos, concretamente quando solicitado a comentar a atitude da deputada da Frelimo, Alice Tomás, que semanas atrás desejou que Fátima Mimbire, jornalista e analista político, fosse violada sexualmente por mais de 10 homens.

Nhatitima entende que este é um caso sintomático e revela o que infelizmente acontece no dia-a-dia, pelo que é um sintoma muito forte que reflecte que a nossa sociedade está doente.

No seu entender, aquele acto resultou da intolerância política, bem como da emissão das nossas opiniões e, também, da falta de um certo pragmatismo naquilo que são os objectivos dos partidos políticos, porque, se nos lembramos, isto tudo parte do facto de a Renamo, a um dado momento, ter proposto ou sugerido que o seu antigo líder, já falecido, Afonso Dhlakama, fosse reconhecido ou proclamado como Herói Nacional.

Veja na edição impressa do Dossiers & Factos

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content