Sotux oferece material para aliviar sofrimento dos pacientes infectados pela Covid-19

Com cerca de quinze mil  casos positivos, a pandemia da covid19 continua a arrasar e com as dificuldades que os pacientes enfrentam , a empresa privada  Sotux procedeu a entrega de cem camas para os pacientes o que correspondem ao igual numero de camas de leito para aliviar ao sofrimento a que os pacientes estão submetidos.

De acordo com o presidente do conselho de administração da Sotux, Álvaro Massingue sua empresa sempre esteve atenta a evolução da pandemia da covid19 que neste momento arrasa para os cerca de quinze mil casos infectados vai dai que imbuido de virtude e responsabilidade social procedeu a entrega de material  hospitalar como forma de aliviar o sofrimento das pessoas que neste momento lutam pela recuperação.

Alvaro Massingue lançou uma mensagem de esperança aos milhares de pacientes que até esta parte lutam pela recuperação tudo com vista ao regresso em seus lares. Álvaro Massingue diz que o seu contributo deve-se ao facto de no momento o serviço nacional de saúde necessitar do apoio de todos moçambicanos e não só.

Massingue é do entendimento que a sua empresa sempre estará de maos dadas com o sector de saúde tudo no intuito de fazer jus ao slogan “nosso maior valor é a vida”. Estamos certos de que o serviço nacional de saúde necessita do contributo de todos nós, sublinhou Massingue saudando os esforços que o Ministério da Saúde vem empreendendo quer na investigação e testagem massiva dos cidadãos.

Álvaro Massingue sublinhou que o acto não termina por aqui e pretende apoiar o serviço nacional de saúde para o combate da pandemia assassina.

Entretanto, o ministro de saúde enalteceu o gesto e incentiva outras empresas a seguirem o exemplo. Armindo Tiago diz que o apoio surge no momento em que varias entidades alinha-se aos apelos do sector de saude para o alivio do sofrimento dos pacientes com covid19.

Há um desafio global que é a covid19 e ficou o altruísmo de responsabilidade social da sotux. Este apoio surge num momento em que a a pandemia arrasa pelas zonas urbanas com particular enfoque para a província de Maputo onde concentram-se vários internamentos e maior numero óbitos. “todo material oferecido aos cidadãos que foram atingidos pela covid19, vai aliviar sofrimento dos mesmos “ disse Tiago acrescentando que parte dos pacientes padecem de doenças cronicas o que significa que há uma necessidade do cumprimento escrupuloso das medidas recomendadas pelo sector de saúde.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content