Tentativas de suicídio disparam em cinco anos

 

É um fenómeno que está a preocupar as autoridades de saúde em Moçambique. Tentativas de suicídio aumentaram de 200, em 2014, para 4500, em 2019. Adolescentes, mulheres e idosos são os grupos que mais tentam tirar a própria vida.

Falando esta manhã à Rádio Moçambique, Wilsa Fumo, médica psiquiatra afecta ao departamento de saúde mental do Ministério da Saúde, explica as motivações mais comuns: “as razões mais frequentes têm que ver com conflitos familiares, problemas de relacionamento, conflitos interpessoais, dificuldades financeiras, desemprego ou incerteza do rendimento até ao final do mês. A própria violência (física, psicológica e sexual) aumenta o risco”, disse.

Sem avançar números, Wilsa Fumo avançou que as províncias de Inhambane e Manica são as que mais tentativas registaram, estando agora em curso um estudo qualitativo para aferir as causas. Esses dados são revelados no âmbito do dia internacional de prevenção do suicídio, que se assinala hoje.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content