Terroristas assassinam 11 pessoas em Mueda e Macomia

Onze (11) pessoas foram assassinadas entre sexta-feira e sábado, em consequência de diversos ataques terroristas ocorridos nos distritos de Mueda e Macomia, na província de Cabo Delgado. Quatro pessoas foram assassinadas no distrito de Mueda e sete no distrito de Macomia.

De acordo com as fontes, três pessoas foram assassinadas na aldeia Nachitenje, distrito de Mueda, após um grupo de 20 homens armados (com catanas e armas de fogo) ter invadido aquela aldeia na manhã da passada sexta-feira.

Para além de matar, o grupo fez vários reféns, saqueou diversos produtos alimentares e queimou residências. Também esquartejou um moto-taxista e apoderou-se da sua motorizada e de valores monetários que trazia.

As fontes asseguram que, entre sexta-feira e sábado, os terroristas protagonizaram ataques em três aldeias do Posto Administrativo de N’Gapa, naquele distrito da província de Cabo Delgado. Como resultado dos ataques, três terroristas foram abatidos pelas tropas conjuntas do Ruanda e Moçambique, incluindo uma “criança-soldado”.

 

Três pessoas carbonizadas em Macomia

 

Já no distrito de Macomia, sete pessoas foram assassinadas pelos terroristas na aldeia Nanjaba (localmente conhecida como Nambine), sendo que três foram carbonizadas na noite da passada sexta-feira, entre elas, uma criança e um idoso. No domingo foram localizados quatro corpos numa machamba. De acordo com as fontes, os insurgentes atacaram aquela aldeia por volta das 22 horas, tendo queimado palhotas e se apoderado de diversos bens, em particular produtos alimentares.

Refira-se que os ataques terroristas que ocorrem na província de Cabo Delgado continuam a ser reclamados pelo grupo terrorista do Estado Islâmico (ISCAP). Por exemplo, o Al Nusra voltou a emitir comunicados reivindicando ataques terroristas ocorridos semana finda, que supostamente resultaram no assalto às munições das Forças de Defesa e Segurança (FDS), para além de terem morto um militar moçambicano e um espião, no distrito de Muidumbe.

Por sua vez, a Missão da SADC em Moçambique disse, na última quinta-feira, ter destruído três bases dos terroristas, localizadas a norte do lago Nguri e nas margens do rio Muera, no distrito de Macomia. Disse ainda ter apreendido diverso material bélico.

 

Entretanto…

 

Quinze terroristas foram abatidos pelas Forças de Defesa e Segurança (FDS) e milicianos nas aldeias V Congresso, Nova Zambézia e Nova Vida, no distrito de Macomia. As fontes contam que as vítimas foram abatidas na passada quinta-feira, numa emboscada levada a cabo pelas forças moçambicanas naquele ponto do país. Como resultado, um militar foi morto e três ficaram feridos durante os confrontos. (O.O. & Redacção)

Mais  Destaques

error: Conteudo protegido!!
Scroll to top
Skip to content