Total poderá assumir activos da Anadarko

A companhia francesa Total beneficiou-se pela desistência Chevron na disputa pela compra e gestão de activos da Anadarko. Segundo a Euronews, a gigante francesa poderá assumir a liderança, a partir de 2020, a maior reserva de gás natural no continente africano, localizada na Área 1 da Bacia do Rovuma, em Cabo Delgado, Moçambique.

Texto: Neuton Langa

A Chevron havia feito uma oferta de USD 33 bilhões pela Anadarko, enquanto a Total havia proposto USD 38 bilhões, incluindo uma parcela em dinheiro três vezes maior em relação a concorrente.

Alias, a Chevron, é a segunda maior produtora de petróleo dos EUA, poderá receber USD um bilhão da Anadarko devido à não conclusão das negociações entre ambas.  

A Total associou-se à Occidental para disputar a compra da Anadarko, porque lidera o consórcio de exploração de gás natural em Moçambique, Argélia, Gana e África do Sul.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content