Três mil salas resilientes serão construídas em todo o país

 

 

Iniciou hoje, 20 de Maio, o programa de assistência técnica para a reconstrução de 3000 salas de aulas resilientes e resistentes ao aos desastres naturais em todo o país. O projecto é levado a cabo pela UN Habitat e tem por objectivo assessorar a Direcção de Infra-estruturas e Equipamentos Escolares do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano na preparação e implementação do programa de modernização de salas de aulas resilientes.

Na reunião que marca o arranque das actividades de assistência técnica da UN Habitat, a presidente do Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres (INGD)  salientou que é do interesse da instituição que dirige ver o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH) implementar a construção ou reconstrução de infra-estruturas escolares que poderão resistir aos fenómenos climáticos, principalmente cheias e ciclones”.

Meque disse ainda que a elevada frequência, alternância e intensidade dos eventos extremos, agravada pelas mudanças climáticas, tem provocado de um tempo para cá danos nas infra-estruturas escolares no país, obrigando a que os recursos que seriam aplicados em programas de desenvolvimento das comunidades sejam desviados para atender a reparação ou reconstrução destas infra-estruturas.

“Dado o conhecimento que a UN Habitat possui em técnicas de construção e assistência técnica especializada, gostaríamos de apelar o vosso empenho nesta tarefa confiada pelo Governo de Moçambique, de modo a reduzirmos perdas significativas das infra-estruturas escolares em Moçambique”, frisou.

A responsável máxima da instituição coordenadora das acções de redução do risco de desastres endereçou agradecimentos ao Banco Mundial, pelo apoio técnico e financeiro canalizado através do Programa de Gestão de Risco de Desastres e Resiliência em Moçambique.

 

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content