Tribunal Supremo aprova extradição do paquistanês acusado de ser barão de drogas

Chegou ao fim a “novela” do caso da extradição ou não do cidadão paquistanês, Tanveer Ahmed, de Moçambique para Os Estados Unidos da América (EUA). O Tribunal Supremo acaba de dar provimento ao pedido do Ministério Público e decidiu pela extradição do  cidadão paquistanês para os EUA.

Texto: Dossiers & Factos

Tanveer Ahmed será julgado nos Estados Unidos da América (EUA) por crimes de tráfico de drogas e a decisão de envia-lo para a terra do “Tio Sam” data no acórdão de 18 de Dezembro de 2019.

Segundo o comunicado de imprensa da PGR, enviado à nossa redacção, a decisão foi tomada pela Secção Criminal do Tribunal Supremo que deu o provimento ao pedido do Ministério Público e decidiu pela extradição de Ahmed.

De acordo com o comunicado de imprensa, o paquistanês será julgado no Tribunal Distrital do Sul de Texas, cuja moldura penal abstracta de prisão é de 40 anos. Refira-se que durante meses, o cidadão paquistanês tentou provar que não era a pessoa que é procurada nos Estados Unidos da América, recusando, inclusive a prática dos crimes de que é acusado.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content