Trigésimo terceiro aniversário da morte de Samora Machel

 

O Presidente da Assembleia Provincial, em representação do governador da província de Maputo exorta a todos os moçambicanos no país a se envolverem nas celebrações dos trinta e três anos da morte do primeiro Presidente de Moçambique, Samora Moisés Machel, na tragedia de Mbuzini, promovendo a paz e a unidade nacional.

João Matola fez este pronunciamento na manhã deste sábado, na Praça dos Heróis no distrito da Matola, no âmbito das celebrações.

Matola disse que falar de Samora é falar do país e do mundo inteiro porque foi um homem que sempre se dedicou a libertação da nação, mesmo ciente de que não seria tarefa facil.

O acto culminou com o lançamento do programa comemorativo do trigésimo terceiro aniversário da morte do primeiro Presidente da República, Samora Moisés Machel.

O Presidente disse que o pensamento de Samora Machel continua a trazer esperança para todos os moçambicanos.

Matola desafiou igualmente aos moçambicanos aprofundar a unidade nacional e o desenvolvimento socio -económico.

Mais  Destaques

Scroll to top
Skip to content